Ovos de produção alternativa da Madeira têm mão da sistema4

A Madeira fez upgrade aos Ovos com a introdução de 3 marcas próprias de produção alternativa, lançadas pelo Grupo Girão.
A aposta, apoiada nos mais de 30 anos de experiência na produção de ovos, indústria agroalimentar, logística e distribuição, incide sobre três tipos específicos de Ovos: biológicos, de galinhas criadas ao ar livre e do solo.
O naming, identidade e toda a comunicação de cada uma das três marcas foi criada e desenvolvida pela sistema4, agência de publicidade de Leiria, e o resultado já pode ser visto nas cadeias de supermercados do arquipélago mais florido do atlântico.
Belvale é a marca de ovos biológicos, que assume uma comunicação simples, inspirada em elementos da Natureza, representados de forma orgânica e espontânea, em tudo associada à temática dos produtos biológicos. O nome nasceu de uma alusão à beleza, perfeição e fertilidade do ambiente natural daquele arquipélago.
Por sua vez, a marca de ovos postos por galinhas criadas ao ar livre dá-se pelo nome Balaios, um regionalismo tradicional da Ilha da Madeira para a palavra “cestos”. Este nome revela-se perfeito, dado o simbolismo associado ao modo ancestral de recolha de ovos de galinhas criadas ao ar livre, presente no imaginário popular. A imagem desenvolvida para a marca assenta numa fotografia realista que representa o habitat destas galinhas, apoiada nas cores típicas padrão da Madeira.
Por último, os Arados, ovos postos por galinhas no solo, assume-se como uma marca também ela com fortes ligações à terra e às ferramentas e utensílios utilizados no campo. Graficamente, resgata o ambiente da terra e do solo, em representação do modo de produção associado.
Os Ovos Belvale, Balaios e Arados passam a fazer parte do património da Região Autónoma da Madeira, a partir do dia 8 de abril, com representações ao nível do ponto de venda, com o packaging e expositores próprios, com viaturas de distribuição, imprensa, publicidade outdoor e suportes gráficos diversos. Todos os materiais foram integralmente desenvolvidos pela sistema4, e quem não pode voar até à Madeira para ver e provar, pode sempre dar uma vista de olhos em https://www.sistema4.pt/work_3/360/grupo-girao_3.

toTop