Se não consegue visualizar esta newsletter correctamente, clique aqui.

 
 

Sistema4

25 Anos Sistema4
            OUTUBRO'17 . NÚMERO 103 RS sistema4
sombra
“Diria que nunca foi tão importante comunicar como hoje e que, como tal, não se deve descurar esta área” Jorge Santos
 

Jorge Santos - Presidente da NERLEI e Diretor Geral da Vipex




 
 

A NERLEI é, para muitos empresários, uma referência e um apoio à sua atividade. Qual a percentagem de empresas na região de Leiria que já são associadas e qual a estratégia definida para engrossar esse número?
Neste momento já ultrapassámos os 1100 associados e temos como objetivo definido, até ao final do ano, os 1230. Todos os anos é definido um objetivo global de angariação de novos associados e temos quase sempre ultrapassado esses objetivos. Nos últimos anos, o número de associados tem aumentado de forma consistente, fruto do reconhecimento que as empresas dão ao trabalho desenvolvido ao longos dos 32 anos de existência da NERLEI.

 

O empreendedorismo é, e sempre foi, uma forte característica da região. Quais as principais ações da NERLEI no apoio a esta dinâmica?
A NERLEI tem contribuído para esta dinâmica através da promoção de diversas ações, iniciativas e projetos. Desde logo, a NERLEI foi fundadora-promotora de dois projetos estruturantes na região que são hoje pilares de sustentação deste empreendedorismo inato na região: a IDDNet – Incubadora D. Dinis e a Escola de Negócios de Leiria a D. Dinis Business School. Em 2013-14, no âmbito do projeto RUCI – Redes Urbanas para a Competitividade e Inovação, fizemos um ciclo de 4 workshops sobre o processo de empreendedorismo. Somos parceiros do projeto "Arrisca C", um Concurso de Ideias e Planos de Negócio, promovido por um conjunto de 16 parceiros, em que a NERLEI está incluída, liderados pela Universidade de Coimbra e que já vai na 8.ª edição. Neste momento, temos também a decorrer o projeto “Empreender Leiria”, que visa contribuir para um aumento do empreendedorismo qualificado através da sensibilização e capacitação de potenciais e atuais empreendedores e público em geral, com vista à concretização de novas iniciativas empresariais em atividades intensivas de conhecimento e/ou tecnologia e em atividades das indústrias culturais e criativas.

 

O distrito de Leiria ocupa um lugar cimeiro na Rede PME Inovação da COTEC. Qual tem sido o contributo da NERLEI para este resultado?
Mais uma vez, desenvolvendo ações e projetos que promovem uma cultura de inovação. Também inserido no projeto RUCI, mencionado na questão anterior, promovemos um ciclo de 4 conferências sobre processo de gestão da Inovação, com a apresentação dos casos da Portugal Telecom, Brisa e Volkswagen Autoeuropa, enquadrados conceptualmente pela AESE Escola de Negócios. Neste momento, temos a decorrer dois projetos conjuntos, no âmbito do Portugal 2020: o Target High Value e o IQ+Empresas. O Target High Value é financiado à taxa de 50%, pretende apoiar empresas, atuando nos domínios imateriais da Inovação Organizacional e Gestão e na inovação de marketing. O IQ+Empresas atua em vários domínios, sendo um deles a Inovação, ao nível de Desenvolvimento de novos produtos; Sistema de gestão da inovação; Plano de marketing de novo produto; Registo de propriedade industrial. O IQ+Empresas já está em fase de conclusão mas no Target High Value ainda temos vagas para mais empresas que queiram investir nas áreas referidas.

 

O apoio da NERLEI ao desenvolvimento e implementação da Quarta Revolução Industrial (4.0) passa exclusivamente pelos projetos de apoio financeiro?
Claro que não. Passa muito pela sensibilização e pela identificação dos desafios que esta revolução traz às nossas empresas e pela definição de estratégias para as apoiar a fazer uma transição adequada. Estamos muito atentos a esta questão e, por esse motivo, dedicamos já ao tema o Dossier de uma das edições da DESAFIOS – Revista de Desenvolvimento Regional, editada pela NERLEI; temos realizado diversas ações que têm esta temática como ponto de debate e/ou discussão, nomeadamente no âmbito do Grupo de Trabalho TICE.Leiria - criado pela NERLEI, Politécnico de Leiria e empresas do setor das TICE tem como objetivo desenvolver mais este setor, contribuindo para o desenvolvimento da região, permitindo uma maior inovação das empresas e o aparecimento de startups, projetando a região pela sua capacidade inovadora, quer a nível nacional quer internacional.

 

O Espaço Empresa é a mais recente valência integrada da NERLEI. Qual tem sido a adesão a este espaço e quais os serviços mais requisitados?
É um serviço muito útil e procurado. Quanto a métricas, só a AMA – Agência para a Modernização Administrativa, responsável pela plataforma que gere os contactos, é que poderá fornecê-las. Contudo, a NERLEI, enquanto entidade parceira de acolhimento do serviço, fará periodicamente reuniões de acompanhamento para analisar a evolução desta valência que está ainda em fase experimental.

 

Em termos gerais quais os serviços mais solicitados por parte dos associados da NERLEI?
Há muito que a NERLEI orienta a sua oferta de serviços para aquelas que são as necessidades mais prementes dos seus associados, em particular, e do tecido empresarial da região, no geral. Assim, felizmente, todos os nossos serviços são muito procurados. Desde a Formação e Qualificação (Bolsa de Emprego, Centro Qualifica, Formação à Medida, Formação-ação, entre outros), passando pelo Apoio à Internacionalização (participação em feiras e missões internacionais, Marcação CE; Emissão de Vistos, etc.), Apoio Técnico (Apoio Jurídico, Licenciamento Industrial, Marcação CE; Apoio ao Empreendedorismo, etc.), Estudos e Projetos (onde se inclui a informação e esclarecimentos sobre apoios comunitários ao investimento, o acompanhamento de projetos de investimento, e o apoio à criação do próprio emprego). Destacamos ainda a Provedoria das Empresas, através da qual a NERLEI procura representar e defender os interesses das empresas na sua relação com as entidades oficiais. Trata-se de um serviço de mediação que pretende facilitar o diálogo entre as empresas e os organismos oficiais, esclarecendo dúvidas, transmitindo procedimentos e ultrapassando constrangimentos.

 

Como consegue acumular à sua atividade profissional, como diretor geral da Vipex, a presidência da NERLEI? O que mais o entusiasma e motiva?
Tenho o privilégio de ter a trabalhar comigo duas equipas – uma na NERLEI, outra na Vipex – que me permitem esse acumular de funções. Para isso é fundamental a autonomia que ambas as equipas têm e a confiança que deposito nelas. O que mais me entusiasma e motiva em ser presidente da NERLEI é poder contribuir para o desenvolvimento da região, que passa muito por empresas competitivas.

 

A comunicação e imagem já são um tema diário de muitas empresas da nossa região. Qual é o conselho que dá aos empresários que ainda não estão sensibilizados para a importância destas áreas na sua atividade?
Diria que nunca foi tão importante comunicar como hoje e que, como tal, não se deve descurar esta área. Existem muitos apoios para as empresas investirem nesta área, nomeadamente os Vales Indústria 4.0 (está aberto um período de candidatura que encerra a 29 de setembro, podendo abrir outros). A NERLEI tem a decorrer o projeto conjunto Target High Value, financiado a 50%, e que apoia, entre outras áreas, a implementação de ferramentas/práticas de Inbound Marketing.

 

O marketing, a comunicação e o design da região de Leiria são servidos por muitos bons profissionais e empresas locais. Tem esse feedback por parte das empresas e empresários? Quais são as principais reclamações?
É uma área de negócio que tem crescido na região, quer porque se investe mais nesta área, quer porque os profissionais e empresas do setor prestam um serviço de boa qualidade. Reclamações, é possível que existam, em casos pontuais e concretos, mas decerto são dirimidas entre as partes envolvidas.

 

Qual a mensagem que deixa à sistema4, neste 25º aniversário?
A Sistema 4 é uma das mais antigas empresas de comunicação e design da região de Leiria. Aquela que, provavelmente, fez despertar o tecido empresarial da região para a importância de investimentos nesta área. Tem tido um percurso notável, de continuidade, qualidade e de grande envolvimento na comunidade. Tem, sem dúvida, contribuído para o desenvolvimento da região em que opera.

 
 

sistema4@sistema4.pt T 244 848 360 |  Praceta Joaquim Dias Ramadas,33 | 2410-115 Leiria - Portugal

 
FB